Psicologia Corporal

Mais informações sobre esta abordagem psicológica a partir do corpo.

o que é?

Wilhelm Reich falava de um crescente campo neurótico em desenvolvimento no planeta, ruídos do mental coletivo por toda a parte, a chamada peste emocional da humanidade. Esse lastro emocional denso não seria nada além do que o próprio sistema de medo desenvolvido desde nossa fase pré-embrionária até os dias de hoje.

Parece mais fácil assimilarmos a dor, o medo, o sofrimento – nós os temos em nossa mais íntima expressão – do quer dar conta da imensidão de fluxos, vazios e surpresas da vida plena. Nós, os Zé-ninguéns do mundo contemporâneo, aprendemos, ensinamos e temos medo da vida.

A Psicologia Corporal pela abordagem Reichiana é um trabalho que propõe o mergulho em si mesmo a partir de seu próprio corpo. Para Reich, o inconsciente não é uma nuvem externa à nós, mas é um fenômeno essencialmente corporal, dinâmico e pulsional: o inconsciente é/está no nosso próprio corpo.

Conforme lidamos com nossa corporalidade integrada ao nosso caráter, adquirimos mais ou menos responsabilidade sobre o que somos. Logo, lidamos com o inconsciente como um fenômeno fundamentalmente corporal, ele está no corpo como fator pulsional da vida, ele não é uma parcela obscura e distante da consciência.

Essa força de transformação e reinvenção de si nos convida ao desafio, a sair do medo e ir ao máximo de tua potência de vida, suportar tuas cargas de afeto, dar corpo e dar base ao infinito que carregamos.